Nossos parceiros

terça-feira, 15 de agosto de 2017

AXN: 3 casais favoritos em séries policiais




Hey pessoal, tudo bom?

  Quem me acompanha já sabe como sou viciada em séries, e mais ainda por series policiais, eu amo todo aquele suspense, toda a tensão nas investigações, fico alucinada. Pra esse post eu escolhi três séries: Castle, Quântico e The Blacklist, para mostrar a vocês meus casais favoritos e contar um pouco sobre eles. Eu não falei muito pra não dar muito spoiler sobre a série, meu foco foi mais nos casais mesmo. Provavelmente farei outro post com outros casais, já que tenho vários favoritos em outras séries. Então sem mais delongas, conheçam meus queridinhos da vez.  


Richard Castle e Katherine Beckett - Castle

Info sobre a série: Richard Castle é um bem sucedido escritor de histórias de investigação que acabou de matar o protagonista de seus livros. Mas parece que um fã gostou demais de seus livros, e começa a cometer assassinatos exatamente como aqueles que acontecem nos livros de Castle. Depois de ser interrogado pela polícia, Richard se junta a Detetive Kate Beckett para solucionar esse caso. Os dois se tornam parceiros e começam a investigar outros crimes cometidos em Nova York, ao lado dos experientes detetives Javier Esposito, Kevin Ryan e Capitão Roy Montgomery.  


   Uma detetive de homicídios e um escritor de romances policiais, que trabalham juntos na DP solucionando vários casos. Eles são o típico casal perfeito, daqueles que a gente torce fielmente para que ficarem juntos, pelo menos eu sempre torci pela união dos dois. Mas como acontece em todo bom romance, isso acaba demorando um pouco, já que Kate (Stana Katic) é durona na queda. Tenho certeza que assim como eu, vocês vão se apaixonar pela série e por esse casal mega divertido e sexy E claramente, Castle (Nathan Fillion) é um dos homens mais sexy´s que vocês vão conhecer na vida, levando em consideração que ele é o tipo coroa bonitão que eu quero levar pra casa maduro. (risos)
E de quebra ele é escritor, o que me atrai muito nos homens. Haha sorry, Kate!


Castle: Eu pareço um assassino para você?  
Beckett: Sim, você mata a minha paciência!
                                                                                 
Alex Parrish  e Ryan Booth - Quântico

Info sobre a série: Um grupo diverso de brilhantes e controlados recrutas chega à base do FBI em Quantico para o treinamento. Eles são considerados alguns dos melhores agentes, mas, paradoxalmente, um deles se torna suspeito de planejar o maior ataque em Nova York desde o dia 11 de setembro.

   Se vocês gostam de um romance bem conturbado, Alex (Priyanka Chopra) e Ryan (Jake McLaughlin) são o casal perfeito nesse quesito. Eles se conheceram quando ainda eram Trainees em Quântico, e acabaram ficando muito próximos, sabe aquele tipo de relação amor e ódio? É bem isso! Cada um deles esconde segredos sobre o passado e isso acaba trazendo muita desconfiança para a relação, e quando eles se encontram ou é briga, ou é beijo acompanhado de muita pegação, se é que me entendem, o que deixa tudo mais interessante. Esse casal é fogo minha gente! Haha.

                                                 






                                                     Elizabeth e Tom Keen - The Blacklist

Info sobre a série: Durante décadas o ex-agente do governo Raymond “Red” Reddigton foi um dos criminosos mais procurados pelo FBI. Fazendo acordos obscuros com criminosos ao redor do mundo, Red ficou conhecido por muitos como “O Guardião do Crime”.Misteriosamente se entrega e faz uma oferta explosiva: Delatará todos os delinquentes com os quais agiu e que se acredita estarem mortos, mas sua única condição é que só está disposto a trabalhar com uma nova agente do FBI, Liz Keen.

Elizabeth e Tom Keen, esse casal é bem dramático! Liz é uma agente do FBI, e é casada com Tom, um cara amoroso, atencioso e mil outras qualidades. Os dois querem muito ter um filho, então estão cuidando dos papeis para a adoção de uma criança. Depois que a vida de Liz vira de cabeça para baixo por causa de Reddingthon, ela acaba descobrindo que seu marido não é exatamente que ela pensava, e isso desencadeia uma serie de conflitos. O que eu gosto nesse casal é a força, mesmo com tudo que acontece um acaba protegendo o outro, muitas vezes involuntariamente, e apesar de Red ser meu personagem favorito nessa série, eu sou apaixonada por esse casal. Me julguem! (risos)


E aí, algum desses casais é favorito de vocês também? Me contem aqui nos comentários, vou adorar saber! E por hoje é só pessoal, espero que tenham gostado. Um queijo, uma goiabada e muitos abraços quentinhos! Até o próximo post! 





segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Netflix: Lift me up - Mark Cartier (4☆)






Título original: Lift me up
Duração: 1h e 48 min
Ano: 2016
Gênero: Drama

Direção: Mark Cartier
 
Uma jovem que acabou de perder a mãe encontra formas surpreendentes para se conectar com seu padrasto: através de seu amor pelo balé e por histórias do passado dele.




  Emma (Sarah Frangenberg) perdeu a mãe em um acidente de carro, e agora mora com seu padrasto John (Tood Cahoon), mas não aceita muito bem sua condição. Ela acha que John só está cuidando dela por causa da mãe e que na primeira oportunidade vai abandoná-la. O que ela não sabe é que as coisas não são exatamente assim. Emma é bailarina, assim como sua mãe, mas parou de frequentar a escola de Balé depois de sua perda, por isso ela só dança quando está sozinha em casa.

  Ao longo do filme vamos acompanhar o processo de luto de John, e como ele lida com Emma. Ele terá que tomar decisões que podem afetar seu emprego e sua relação com a garota. Vamos conhecer também Stephen (Shane Harper) o melhor amigo de Emma e que também é apaixonado por ela, e como a garota vai fazer para volta a dançar, superar a perda da mãe, lidar com as garotas do colégio, e finalmente conviver em harmônia com seu padrasto.

  O filme conta com a participação de Kathryn McCormick que interpreta ela mesma, uma bailarina famosa e que Emma admira muito, também tem o Jacob Patrick, marido de Katryn na vida real, que no filme interpreta Robert o professor de Balé de Emma. São dois personagens muitos importantes também e que ajudam na processo de superação da garota. 









  A primeira coisa que fiz quando vi Emma (Sarah) pela primeira vez foi dizer: "Que cabelo incrível!", já que a garota é dona de cachos extremamente ruivos. Os personagens são bons, e todos foram extremamente importantes para o filme, que em si é muito bom, e eu me emocionei em várias partes, mas achei que faltou algo no final, não sei bem, mas ficou meio vago. Mas é um filme que eu indico sim, é uma história de superação e dança que são capazes de emocionar muito, e nos mostra que não é preciso ter o mesmo sangue para ser família. Não deixem de assistir esse filme, garanto que vão gostar muito.








domingo, 13 de agosto de 2017

Netflix: A Incrível Jessica James - Jim Stouse (5☆)


Título original: The Incredible Jessica James

Duração: 1h e 23 minutos
Ano: 2017
Gênero: Comédia romântica
Direção: Jim Stouse

Jessica James, uma aspirante a dramaturga de Nova York, está lutando para superar uma recente dissolução. Ela vê uma luz no final do túnel quando conhece o recém-divorciado Boone. Juntos, eles descobrem como fazer as coisas darem certos nos tempos difíceis enquanto percebem que eles gostam (muito) um do outro.


  Jessica (Jessica Willians) acabou de terminar seu relacionamento, e está tentando encontrar os motivos que levaram ao seu rompimento com Damen (Lakeith Stanfield), e ela acaba pensando muito sobre isso o tempo inteiro. Jess, é dramaturga e professora de teatro, e já teve várias propostas recusadas - ela cola todas as cartas de recusa na parede do seu home office - e ainda não está disposta a desistir. O filme começa com Jessica em um encontro marcado através do Tinder, mas ela não está muito satisfeita com seu encontro, e acaba falando muito sobre Damen. Durante um trabalho, sua amiga Tasha (Noel Wells) fala sobre um conhecido que se divorciou e que seria o parceiro ideal para Jess, então eles marcam um encontro. 


"A honestidade é a única coisa que importa pra mim."


   Boone (Chris O'Dowd) se divorciou mas ainda não aceitou o fato, e faz ronda do lado de fora da casa de sua ex. Além de seguir ela em todas as redes sociais e não conseguir parar de ver suas postagens o dia inteiro. Ele decide se encontrar com Jessica, e fica admirado com a franqueza dela, os dois conversam bastante e consequentemente passam a noite juntos. E é a partir daí que o filme começa a acontecer de verdade.

  Em um determinado momento no filme, os dois percebem o quanto não conseguem parar de pensar e de fuçar a vida de seus ex's, então tomam a decisão de parar de segui-los no instagram, mas se arrependem no segundo seguinte. Jessica sugere que cada um siga o ex do outro e que passe as informações sobre o que eles postam. E isso acaba fazendo com que ela e Boone mantenham ainda mais contato. 


  Vamos acompanhar Jessica lutando pelo seu sonho e como ela faz para de lidar com o fim de seu relacionamento com Damen e seu novo relacionamento com Boone. O filme é composto por muito empoderamento, e uma mulher claramente decidida e que sabe o que quer da vida. Espero que estejam preparados para se inspirar muito em Jessica. 

"Eu acho muito perigoso tentar se realizar através de relacionamentos amorosos."








  Eu quero a autoestima da Jess, sério! Ela é uma personagem surpreendente, apesar de ter achado ela meio antipática no começo do filme, mas logo depois fiquei encantada por ela. O jeito como luta pelos seus sonhos e sua sinceridade, tudo isso a fizeram ser uma personagem incrível. A Netflix com toda certeza acertou em cheio! Vou indicar o filme para meus amigos com toda certeza desse mundo, porque eles precisam conhecer Jessica James, porque como ela mesma diz "Todo mundo gosta de mim, porque eu sou demais!" (risos)

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Resenha: A filha do norte vol. 1 - Luisa Soresini (4☆)


Resultado de imagem para a filha do norte


Tudo começa quando Michelle e Meredith saem para ver as flores. Uma tempestade faz com que a bruxa perca Michelle de vista. A menina, desnorteada, sai em busca de ajuda e avista uma mansão enorme e antiga. Pensando que não mora ninguém na casa, Michelle entra no local para se abrigar e é surpreendida ao ser recebida por uma governanta tão sinistra quanto a casa, que a deixa com medo. Seu instinto lhe diz que há algo de errado, mas essa sensação passa quando entra na casa e se depara com um ambiente completamente diferente daquela fachada macabra que vira. O interior da mansão é maravilhoso, bonito e sofisticado, assim como os seus donos: os irmãos Vergamini. O que Michelle não imagina é que às vezes é necessário ouvir nossos instintos. Ela está em perigo e talvez nem suas amigas, Elza e Meredith, as bruxas do Leste e do Sul, consigam salvá-la.

Titulo: A filha do norte Vol.1
Autora: Luisa Soresini
Editora: Novo Século
Páginas: 496
Ano: 2015
ISBN: 978-85-428-0763-9
*Livro enviado pela autora como parceria

Fiquei surpresa ao ver que havia recebido uma carta, já que eu amo recebê-las. Mas ao ler percebi que não se tratava de uma carta romântica ou algo do tipo, e ao ver a assinatura, pude ter certeza disso. Receber uma carta de Danton Vergamini foi algo que fez meu coração acelerar, e acreditem, não foi no bom sentido. Mas de certo modo me senti lisonjeada por ele ter tirado um pouco do seu precioso e macabro tempo para me escrever, não é do feitio de tal criatura perder tempo com uma simples humana. Algo me dizia que conhecer mais sobre Danton seria algo perturbador, e isso aguçou ainda mais minha curiosidade sobre essa história. 

JÁ VOU LOGO AVISANDO QUE CONTÉM ALGUNS SPOILERS. VAI CONTINUAR LENDO MESMO ASSIM? POIS ENTÃO NÃO DIGA QUE EU NÃO AVISEI A VOCÊ, OKAY?

  O livro conta a história de Michelle uma adolescente que tem um passado sombrio e misterioso, que é acolhida por Elza e Meredith duas bruxas que usam a forma de uma senhora e uma menininha para viver com Michelle sem revelar o segredo delas. Elas moram numa choupana no vilarejo de Mafaldi, e levam uma vida até então feliz. Certa noite, Michelle sai para procurar algumas flores da Luna com Meredith, mas ao começar uma tempestade a garota acaba se perdendo da amiga no meio da floresta e indo parar na mansão dos irmãos Vergamini, e lá encontra Frank, Carl, Ethan, Luka, Christofer, Wolf e Danton - me dá arrepios só de escrever esse nome - que até determinado momento são apenas rapazes, bonitos e muito simpáticos, que a abrigam e lhe oferecem roupas limpas e um belo banquete. 

 "[...] Será que os Vergamini se sentem solitários? Como será que eles são fisicamente? Devem ser mais velhos, afinal a casa deles tem muitas relíquias antigas, semelhantes ás da casa de Lady Diamond. Ás vezes sinto falta de Lady Diamond, ela me ajudou quando eu mais precisei dela. Devo a ela tudo que eu sei, pena que ela se fora. Será que os Vergamini vão gostar de mim como Lady Diamond? Bom, eles já me deixaram entrar, isso já é bom começo. Mesmo assim, eles podem não gostar de mim assim que me virem. Afinal, tenho essa aparência desleixada e estranha. Suspirei. Eu só quero voltar para casa da dona Elza. [...]"

  Até que de repente é Michelle que se torna o banquete. Ela descobre que nem tudo é o que parece, e que aqueles garotos tão bonitos são na verdade monstros e estão decididos a matá-la o quanto antes, mas Michelle não se rende e enfrenta as criaturas, pois está mais que decidida a lutar por sua vida. O que a deixa presa a aquela mansão, com aqueles monstros.

  Ao longo da trama, é possível conhecer um pouco mais sobre a história dos irmãos, e entender o porque eles acabaram se tornando criaturas tão terríveis assim. Vamos conseguir ver também como Michelle é capaz de mudar a vida de cada um deles com apenas sua bondade e coragem. Eu espero que assim como eu vocês acabem se encantando pelos irmãos. E já vou logo dizendo que estou completamente enfeitiçada... ops, apaixonada por Luka Vergamini. Aaaaaaaah! (suspiros apaixonados)

"[...] Está dizendo que tenho que dar a ele uma segunda chance, só porque ele sofre? Ela urrou. Eu também estou sofrendo pelos meus que foram para o outro lado e você também está, Filha do Norte. Sofre sendo perseguida pelo seu passado, por aquele monstro.[...]" 

  Christofer é um fantasma que compõe e toca piano. Carl é uma espécie de gato, e em certo momento imaginei ele como Cheshire, ele ainda é uma criança e na maior parte do tempo se comporta como tal. Ethan, coleciona múmias e relíquias, ele também se parece com uma, já que tem o corpo envolto em fitas. Frank, é um Frankeinstain médico-botânico, ele pode trazer as pessoas de volta a vida, porém, de um jeito peculiar. Wolf é um lobo, é o mais sério de todos os irmãos, conhecido e respeitado como Senhor dos lobos. Luka, vamos falar sobre Luka! O boêmio, e bruxo, faz várias poções, é um conquistador barato e bem malvado, porém me conquistou de um jeito que não sei explicar, só digo uma coisa: Luisa criou Luka para mim, e eu agradeço! (risos) E Danton, bem eu me recuso a falar sobre essa criatura, portanto, vocês vão ficar curiosos. 

"[...] - Enquanto vocês brincavam de casinha... Eu me alimentei muito, ampliei meus territórios e destruí três lindos povoados, mas acho que não sobrevivei ninguém para contar a história. - Riu com deboche. - Agora, nossa diferença de poderes, que já era enorme... se tornou um abismo. - Ele o pegou pelo colarinho. [...]" 


  A história é narrada pelos próprios personagens, o que nos permite ter o ponto de vista de cada um deles, eu achei esse ponto bem interessante, gosto de saber como cada personagem pensa e como enxergam as coisas, a leitura fluiu melhor com a história sendo contada desta maneira. Vamos falar sobre a capa: desde que a vi pela primeira vez soube que não se tratava de um livro com uma história "meia boca", Luisa foi muito feliz na escolha da capa e após ler tive a certeza de que não podia ser diferente, ela representa muito bem a história. O material escolhido para a impressão também me agradou muito. Encontrei alguns erros gramaticais durante a leitura, e espero que possam ser corrigidos na próxima tiragem, mas não foi nada que me impediu de entender a história.

  Demorei a começar a leitura deste livro porque estava realmente sem tempo, mas como tirei alguns dias de férias, resolvi aproveitar para finalmente ler. Luisa soube como me prender ao seu livro, sua escrita é muito boa, e também me apegar a cada um dos Vergamini, com a exceção de um deles, é claro, o tal que me fez querer matá-lo com minhas próprias mãos. Mal posso esperar pelo volume dois dessa trama, e descobrir o desfecho dessa história cheia de mistérios. Devo comentar também sobre o cuidado e rapidez que Luisa teve ao me enviar sua obra, e peço desculpas por ter demorado a postar a resenha. Espero que ela escreva muitos outros livros para que possamos nos aventurar em suas páginas. Parabéns pela obra Luisa, me surpreendeu muito, e é uma honra ter um livro seu na minha estante. 


Vocês podem comprar o livro aqui ó: Saraiva