Nossos parceiros

domingo, 11 de junho de 2017

Há quem diga que os dias frios não são os mais românticos


Foto: Reprodução


    Ao contrário de mim,  há quem diga que os dias frios não são os mais românticos, há quem diga que filme, pipoca, cobertor e um amor não te completam, a quem prefira balada, pregação, azaração e muitos flertes, enquanto eu, ah, eu só quero cinema, piquenique, encontrinhos no fim da tarde, aqueles abraços longos que eu faria de tudo pra morar dentro deles, as conversas das madrugadas, seus beijos mais longos e seus sorrisos mais sinceros. Sabe?

  Naquela tarde, você passou por mim, sorriu e mal sabíamos nos que dali a algum tempo iniciaremos nossa história, confesso que de início sua beleza me chamou atenção, alguns dias depois nossas primeiras palavras trocadas, e serio isso?  A gente estava mesmo se falando? Conversávamos como se nos conhecemos à anos, é engraçado, alguns dizem que os opostos se atraem, mas a gente...tão iguais, com gostos tão semelhantes não sendo totalmente um o oposto do outro, nos demos tão bem. Passado algum tempo o nosso primeiro encontro, e também o primeiro beijo, aquele roubado lembra?  Aquele que me provocou paralisação interna e externa, que me fez não ter reação alguma a não ser alguns minutos depois a vontade de retribuir, depois daquele beijo ao abrir os olhos e ver seu sorriso encantador e um pedido de desculpas, eu tive a certeza que eu já queria aquele beijo antes mesmo de acontecer. O problema foi aquele nosso afastamento repentino, como você fez falta! Era pra tudo ter acabado, e logo depois você se reaproximou, fiquei confusa, mas confesso que prefiro viver com sua confusão do que com a falta que você me fez. Hoje não estamos tão próximos como há alguns dias atrás, talvez mas só talvez, tenha sido algo que eu fiz, mas sabe, é melhor te deixar livre, porque como dizem, gostar é assim, não prende, não sufoca, só completa e apoia.



quarta-feira, 7 de junho de 2017

Dance comigo até não poder mais, e depois se torne minha dança favorita.

Reprodução: Dirty Dancing 

 Corpos suados no salão, e ninguém parece se importar. Não esta noite. Coloquei meu vestido preferido, aquele com o qual eu giro feito louca, um sapato confortável e não me importei em fazer um belo penteado, não há tempo para se preocupar com futilidades. Não esta noite. Uso sempre o mesmo perfume, mas hoje ele me pareceu uma novidade, mais intenso do que nunca, como se quisesse que todos o sentissem pelo salão. Eu ouço uma canção e logo meu corpo todo se contagia, é impossível resistir, e eu não quero resistir, então me deixo levar e me entrego as notas.

  Vejo você em um canto, como quem não quer nada, mas eu sei bem o que você quer, e é por isso que estou aqui. A música não me deixa parar, então de onde estou danço para você, para mim e para todos a minha volta, danço para te trazer até mim, danço para mostrar o desejo, a fúria e a força que me consome. Danço para conhecer a força que te consome. Divida-a comigo. Dance comigo esta noite. Dance comigo até não poder mais, e depois se torne minha dança favorita. Apenas dance comigo.

  Suas mãos tocam minha cintura e eu sinto uma corrente elétrica dentro de mim, você puxa meu corpo para perto e a melodia toma conta de nós, não dá pra parar. Um giro, dois, três e já não tenho mais o controle sobre mim. A cada passo eu me entrego um pouco mais. A pista é nossa, somos o centro de tudo isso e é impossível resistir. Não queremos resistir. Eu sinto o seu corpo por inteiro, é uma sensação incrível, sua respiração em meu ouvido me deixa louca, isso é tentador. Essa música nunca vai acabar, ela foi tatuada em nós dois esta noite, ela agora nos pertence tanto quanto já pertenceu a alguém um dia. Está em nossas veias, corações, em nossa pele, em nosso suor. Eu não quero sair de onde estou, não quero que pare de me tocar nunca mais, não quero parar de dançar.

  Você desliza suas mãos sobre meu vestido e me faz querer estar sem ele, e num passo eu já estou. Faremos história esta noite, no salão, em nós, agora. Não há como esquecer, não há como negar. E mais uma vez eu danço para você, danço em você e com você. Mais suor, mais harmonia, mais melodia e respiração. Meu corpo se fez pista de dança, então se agarre em minha cintura e vamos dançar.






quarta-feira, 24 de maio de 2017

Netflix: Easy - Joe Swanberg (5☆) +16





Antologia criada por Joe Swanberg, terá oito episódios em sua primeira temporada, a história acompanha diversos personagens que vivem em diferentes bairros de Chicago, apresentando seus relacionamentos e problemas sociais. Cada episódio apresentará uma história diferente. No elenco estão Orlando Bloom, Malin Akerman, Jake Johnson, Marc Maron, Dave Franco, Hannibal Buress, Emily Ratajkowski, Michael Chernus, Gugu Mbatha-Raw, Aya Cash, Jane Adams, Elizabeth Reaser e Evan Jonigkeit.


Hey Gentche, tudo bom?

 Finalmente terminei esse post Gzuiiiiiiiiis! Hoje vamos falar sobre série (Yuuupi!) que vocês sabem bem que eu amo. Amo loucamente. Foco no loucamente. E eu trouxe pra vocês uma série original da nossa amada Netflix, que se chama Easy, uma antologia que envolve drama e comédia daquele jeitinho que a gente ama. A 1ª temporada da série conta com 8 episódios que variam entre vinte quatro e vinte oito minutos, então ela é bem rapidinha pra maratonar, eu mesma fiz isso em uma noitada. Mas devo confessar que nos primeiros dez minutos do 1° Ep eu não estava muito convencida de que iria gostar da série, mas resolvi continuar assistindo e me surpreendi. #VEMLOGOSEASSON2  


Só deixando claro que a série é recomendada para maiores de 16 anos tá!?

  O legal da série é que os personagens participam das vidas uns dos outros, personagens que vimos no primeiro episódio, viram protagonistas no segundo, no quarto ou até mesmo no último. 




  1- A p***a do estudo 
 O primeiro episódio é sobre Andi ( Elizabeth Reaser) e Kyle (Michael Chernus) que tem que lidar com suas diferentes tarefas em casa, e uma certa dificuldade na hora do sexo. Esse casal faz a gente refletir sobre a posição de uma mulher que é mãe e também executiva.
  
  2- Cinderela Vegana
  O segundo é sobre Chase (Kiersey Clemons) e Jo (Jacqueline Tobone) que se conhecem em uma festa, ficam e decidem seguir com um relacionamento, onde vão descobrir muitas diferenças acompanhadas de força de vontade. -Preciso dizer que é o meu casal favorito, e que as duas são muito lindas, principalmente a Jo e seu corte maravilhoso! #Joase - Quem lembra da Jaccqueline em Grimm, fazendo o papel de Trubel?












  3- Irmãos Cervejeiros
  O terceiro episódio nos traz dois irmãos, Matt (Evan JonigKeit) e Jeff (Dave Franco - Irmão mais novo do nosso maravilhoso James Franco) que amam fazer cerveja e decidem abrir o próprio negócio na garagem, mas por mais empolgante que seja esse novo projeto, Matt tem que conciliar a cervejaria e suas obrigações já que agora ele será pai, e o mais difícil é contar essa novidade pra sua esposa Sherri. 

4- Controlada
 O quarto episódio nos conta sobre o casal Gabi (Aislinn Derbez) e Bernie (Raul Castillo) que planeja engravidar, porém nesse meio tempo uma pessoa do passado faz um visita um tanto quanto demorada, e acaba agitando um pouco as coisas e causando algumas desavenças. - Não gostei muito desse Ep, a Gabi me irritou um pouco e achei o fim meio sem nexo. -















 5- Vida e arte
  Nosso quinto episódio nos traz Jacob (Marc Maron) um escritor de Graphic Novels - foco nessa informação, por favor -  que usa sua vida amorosa como inspiração, e  Allison (Emily Ratajkowski) uma estudante de artes visuais, que faz a mesma coisa só que de um jeitinho diferente. Os dois se conhecem em uma das palestras de Jacob, e depois de muita conversa acabam passando a noite juntos, e até aí tudo bem, só que as coisas acabam fugindo um pouco do controle quando Jacob se vê exposto, ou melhor dizendo, vê parte do seu corpo exposto no meio de uma exposição da faculdade de Allison. Ixiiii! Deu ruim e ainda viralizou! 

Jacob: Meu Deus, não consigo me mexer.

  6-  Utopia
  Uepaaaaaa que agora o trem vai ficar doido minha Gentche! Lucy (Malin Akerman) e Tom (Orlando Maravilhoso Bloom) são casados e tem uma filha linda. Os dois estão super bem no relacionamento, tudo corre como tem que ser, até que um dia após a aula de música de sua filha, Lucy sai para almoçar com Annie (Kate Miccuci) - a professora de música - e conversa vai, conversa vem, e no meio da conversa elas trocam informações sobre o app Tinder, isso mesmo minha gentche. O TINDER. O mesmo acontece com Tom e um colega. Querendo saber mais sobre como funciona esse universo novo de relacionamento, eles decidem embarcar numa aventura de tirar o fôlego, um mênage.  Só não imaginavam que seria tão divertido e com alguém tão próximo. Ueeeepa! - Alguém aí tá preparado pra ver o Orlando sem roupa? Por que NOOOOOOOOOOOOOOOOSSA!!!! -

Annie: Essa é a diferença entre uma Tequila e um café!


  
   7- Artigo de química 
   Primeiramente preciso dizer que não entendi o sentido desse título para o episódio. Vamos conhecer Sophia (Gugu Mbatha-Raw) uma atroz super dedicada a carreira e que esta atuando em uma peça escrita por Kyle - lembram dele no primeiro Ep? - e que está super ansiosa por uma oportunidade de emprego em outra companhia. O problema nisso tudo é que ela tem que escolher entre o namoro que já está bem desgastado por causa da distância, e seguir sua carreira como atriz. O mais legal desse Ep é que conta também a história de Annabelle Jones (Jane Adams) que aparece também no 5° episódio, e vocês vão gostar muito de conhecer um pouco mais dessa personagem. - Eu confesso que a história da Sophia não me agradou muito, eu esperava um pouco mais de atitude da parte dela. O que realmente me chamou total atenção no episódio foi acompanhar a Annabelle e conhecê-la um pouco mais. Deu pra refletir bastante. - Quando vocês chegarem em determinado ponto do episódio vão reparar que ela está lendo um livro - esse mesmo da imagem - e tchanrã!!!! Isso mesmo é a obra mais recente do Jacob - lembram dele também né? -. E foi bem o que eu falei no começo do post, os personagem participam direta ou indiretamente da vida uns dos outros. Bem legal esse formato né?

   8- Sonhos
    E chegamos ao último episódio, e é onde voltamos aos Irmãos cervejeiros do 3° Ep - lembram?- e como o foco daquele episódio foi pro Matt e a esposa Sherri, nesse o foco é do Jeff e sua namorada Noelle (Zazie Beetz) que acabou se tornando muito amiga de Sherri e passa a maior parte do tempo com ela. Jeff está completamente empenhado em achar um espaço maior para ampliar seu negócio, e com o sucesso que sua marca tem feito, acabou atraindo um jornalista um tanto quando curioso demais.  O cervejeiro vai ter que saber lidar com um repórter no seu pé, vários problemas e com uma novidade que pegou ele e Noelle de surpresa.  Como lidar com todos os problemas sem desistir dos sonhos? - Eu achei esse episódio bem meia boca, já que eu esperava um final de temporada bem melhor. Mas não deixem de assisti-lo. - 

                                                                                         ♥ ♥ 


          Dá só uma conferidinha no trailer: 



   Estou bem ansiosa esperando a segunda temporada e espero que seja tão boa quanto a primeira. Apesar de todo o sexo louco que rola na série, ela nos faz refletir bastante sobre nossas atitudes, nossas escolhas e sobre nossa vida no geral. É possível aprender bastante coisa com esses personagens. O elenco é muito bom e os conflitos diários foram trabalhados de forma leve e descontraída. Uma mistura de drama e comédia que deu certo. Sem falar que as vinhetinhas de cada episódio são uma graça. (risos) Bom, então é isso pessoal, eu espero que tenham gostado e que assistam a série. Ah, e me contem heim! 


Um queijo, uma goiabada e muitos abraços quentinhos!
até o próximo post! 



segunda-feira, 22 de maio de 2017

Vocês conhecem a Mar aberto?




Hey Gentche, tudo bom?

 Em uma das minhas vistas ao Youtube eu conheci a Mar Aberto, que é a coisa mais linda desse mundinho de meu Deus! É um duo Indie pop daqueles que a gente se apaixona de cara, formado pela Gabriela Luz - e aqueles olhos cor de mar - e pelo Thiago Mart - dono das letras apaixonantes - e é impossível não se encantar por eles. Mesmo não querendo dividir eles com o mundo, não posso ser tão egoísta né, então trouxe uma play com cinco músicas amorzinhos, que vão fazer vocês suspirarem e ouvirem zilhões de vezes, assim como essa louca que vos escreve. Huahuahua 



  Aposto que já estão viciados né!? E se quiser ver alguns covers da dupla é só clicar aqui ó Canal Mar Aberto e ser feliz! Ah e me contem aqui nos comentários quais outros duos vocês estão viciados em ouvir tá, já tô bem curiosa.com pra ouvir também, e cantar debaixo do chuveiro. 


Então é isso Gentche! Um queijo, uma goiabada e muitos abraços quentinhos! 
Até o próximo post!